Arquivo para maio 2013 | Página mensal de arquivo

Vinexpo com forte presença portuguesa

A Vinexpo apresenta-se como um mundo de oportunidades para os vinhos portugueses. Mais de 50 produtores nacionais participam nesta mostra internacional de referência, que se realiza de 16 a 20 de Junho, em Bordéus, em França, focados em promover o vinho português e desenvolver bons contactos que lhes permitam incrementar exportações, reforçando o posicionamento nos principais mercados.

São esperados 48 000 visitantes e os vinhos portugueses vão partilhar o palco com mais 2 300 produtores de todo o mundo, dos quais a maioria franceses. Nesta feira internacional, líder de exposição de vinho e bebidas espirituosas para profissionais, os vinhos portugueses pretendem reforçar a marca Portugal junto do público trade, fortalecer a relação com jornalistas e potenciar a notoriedade da marca no mercado francês.

“A Vinexpo é mais um evento âncora no qual os vinhos portugueses devem continuar a marcar presença. Interessa apresentar os nossos vinhos ao público trade, pois estes são conquistados pela consistente qualidade dos nossos vinhos, e pretendemos captar a atenção dos profissionais para o carácter gastronómico e a diversidade dos nossos vinhos” realça Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal.   

“As exportações são o grande desígnio dos vinhos portugueses. Bem posicionados nos principais mercados, os vinhos portugueses almejam conquistar o trade e a crítica dos mercados importadores. As metas traçadas apontam para um crescimento consistente das exportações na ordem dos 14% em valor até 2014.A Vinexpo juntamente com a Prowein são as duas principais feiras internacionais onde a marca Wines of Portugal reforça a sua presença” afirma o mesmo responsável.

No âmbito da participação na Vinexpo, a ViniPortugal organiza seis seminários, a realizar nos dias 17, 18 e 19 de Junho. Centrados nos vinhos portugueses, os colóquios pretendem informar e aconselhar os visitantes, oferecendo-lhes uma visão ampla da cultura do vinho em Portugal.

Temas dos seis seminários, dois focalizados em cada tema:

– Os vinhos portugueses aliam a tradição às novas tendências. Dois seminários que oferecem aos participantes a oportunidade de descobrirem alguns dos melhores vinhos portugueses, distinguidos em concursos internacionais de referência, e realçam a qualidade e a crescente reputação do vinho português.  

– Os grandes vinhos portugueses: coleção pessoal de Robert Joseph. Dois seminários maioritariamente consagrados às especificidades e às características dos vinhos apresentados. Uma viagem ao coração da cave de Robert Joseph, polvilhada de histórias interessantes e várias descobertas.

– Os vinhos portugueses e a gastronomia: Estes seminários afirmarão os vinhos portugueses como gastronómicos e focarão a harmonização do vinho com a gastronomia. Como conciliar um vinho com uma determinada comida ou quais os detalhes que não devem ser negligenciados: estas são algumas das questões que serão abordadas nestes colóquios que conduzirão os participantes numa descoberta contextualizada dos vinhos portugueses.
Fonte:  Wines of Portugal

50 Grandes Vinhos para o Brasil

Este Master of Wine brasileiro vai estar em Portugal para provar os melhores vinhos portugueses que farão parte da selecção. As provas decorrem de 27 a 31 de Maio na Sala de Provas Vinhos de Portugal do Porto.

Fonte:  Wines of Portugal

O melhor vinho tinto é português

A edição de 2013 do Concurso Mundial de Bruxelas voltou a premiar um tinto português. O Duvalley Douro Reserva 2010, produzido pela Sociedade Agrícola Castro de Pena Alba foi considerado o melhor vinho em prova. Já o ano passado o prémio de melhor tinto em prova tinha sido entregue a um vinho português produzido no Alentejo.

Além desta distinção maior, os vinhos portugueses arrecadaram ainda 9 Grandes Medalhas de Ouro (incluindo a atribuída ao vinho Duvalley Douro Reserva 2010), 92 medalhas de ouro e 187 medalhas de prata.

A edição deste ano do Concurso Mundial de Bruxelas, que já vai na 19ª edição, ocorreu em Bratislava (Eslováquia) entre 10 e 12 de Maio.

O Concurso Mundial de Bruxelas é um dos maiores concursos de vinhos do mundo, reunindo júris oriundos de diferentes países. Este ano foram provados mais de 8200 vinhos produzidos em 50 países diferentes por mais de 300 júris provenientes de 40 países.

A lista das Grandes Medalhas de Ouro atribuídas aos vinhos portugueses é apresentada em baixo:

Adega de Favaios Colheita 1980 | Porto e Douro

Bridão Touriga Nacional 2009 | Tejo

Casa de Vilacetinho Grande Escolha 2012 | Vinho Verde

Cerro do Santo Reserva 2010 | Porto e Douro

D’Oliveiras Madeira Wine 1987 | Madeira

Duvalley Reserva 2010 | Porto e Douro

Foral de Cantanhede Grande Reserva 2009 | Bairrada 

Garrafeira dos Sócios 2007 | Alentejo

Quinta de Sant’Ana Reserva 2008 | Lisboa

 

Fonte:  Wines of Portugal

Portugal premiado nos prémios Decanter

Portugal alcançou 20 medalhas de ouro, 117 de prata, 264 de bronze e 204 vinhos receberam a menção de “Recomendado”. A estas distinções juntam-se os 10 troféus regionais dedicados aos vinhos portugueses e que premeiam vinhos fortificados e de regiões específicas do país que obtêm a pontuação mais alta reunida pelo júri.

Os vinhos foram avaliados por 219 juízes de 27 países (Portugal incluído) em Londres durante o mês de Abril. Este concurso utiliza também o facto preço para premiar os vinhos (até 18€ e acima dos 18€).

Este ano foram distinguidos 9873 vinhos, mas ainda não são conhecidos todos os vencedores desta edição dos prémios Decanter. Os vencedores dos melhores prémios – International Trophies – são conhecidos no dia 4 de Setembro.

A lista dos troféus regionais dedicados aos vinhos portugueses é apresentada em baixo:

Branco do norte português até €18
Beyra Altitude 700 Mt Beira Interior 2012

Tinto do Douro até €18
Castello d´Alba Grande Reserva Vinhas Velhas 2011

Tinto do Douro acima dos €18
Quinta da Leda 2010

Tinto do sul de Portugal até €18
Tagus Creek Shiraz-Trincadeira Reg. Alentejano 2012

Fortificado português acima dos €18
Bacalhôa Moscatel de Setúbal 2000

Porto até €18
Graham´s Six Grapes Reserve

Madeira acima dos €18

Barbeito 20 Anos Lote 12089

Porto Vintage até €18
Offley Late Bottled Vintage 2008

Porto Vintage acima de €18

Graham´s Quinta dos Malvedos 2004

Porto Tawny acima de €18
Sandeman 40 Year Old
Fonte:  Wines of Portugal

China acolhe formação de vinhos portugueses

A ViniPortugal vai realizar seis acções de formação, de 20 a 25 de Maio, em Hong Kong e Macau. Inseridas no investimento 700 mil euros da ViniPortugal para este mercado estão focadas numa aproximação ao público trade chinês. Ministradas por João Paulo Martins, estas formações dirigem-se a sommeliers, F&B managers e formadores de profissionais de trade e são organizadas em parceria com a Hong Kong Sommelier Association (HKSA), com o Instituto de Formação Turística de Macau (IFT). Uma destas acções será integrada no Wine & Dine Festival de Macau.

Um City tasting será ainda organizado na região de Hong Kong para jornalistas e líderes de opinião, com o objectivo de promover a degustação e o conhecimento dos vinhos portugueses por parte destes públicos.

“Portugal deve afirmar-se neste mercado como um exportador de vinhos excelentes e distintos, pelas suas castas e características. Com um crescimento de 22,6% em valor, de 2011 para 2012, a China continua a ser um dos mercados com maior potencial de crescimento, mas os produtores portugueses devem estar cientes que enfrentam uma vasta concorrência. No entanto, a ViniPortugal acredita que o sucesso será possível com trabalho estratégico consistente e uma aposta em vinhos de qualidade, que se afirmem pela sua diversidade” assegura Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal.

Fonte:  Wines of Portugal

Prova vertical de vinhos tintos de Valle Pradinhos

O enólogo Rui Cunha conduz a prova vertical de vinhos tintos Valle Pradinhos amanhã, pelas 16h30, na Sala de Provas dos Vinhos de Portugal, da ViniPortugal, no Palácio da Bolsa, no Porto.
 
Esta apresentação de seis vinhos, com diferentes perfis, propõe uma viagem por colheitas especiais com várias surpresas e uma demonstração do caracter excepcional de vinhos únicos feitos a partir de castas autóctones.    
 
Há quase 20 anos a exercer as funções de Consultor nas regiões dos Vinhos Verdes, Douro, Alentejo, Tejo, Lisboa e Trás-os-Montes, Rui Cunha adquiriu um vasto conhecimento das castas autóctones e das regiões vinícolas.
 
As inscrições para a prova poderão ser efectuadas pelo e-mail sala.ogival.porto@viniportugal.pt, mediante o pagamento de 5€. Outras informações poderão ser solicitadas a Daniela Macedo, através deste mesmo endereço de e-mail ou do telefone 22 33 23 072/ 96 637 11 02.     
 

Fonte:  Wines of Portugal

Vidigueira e Serra da Estrela recebem jurados internacionais

A ViniPortugal desafiou os jurados internacionais a conhecerem duas zonas vinícolas nacionais menos divulgadas: a Vidigueira, inserida na região do Alentejo, e a Serra da Estrela, na região do Dão.

Os programas serão promovidos nos dias 15 e 17, quarta e sexta-feira, e incluirão visitas aos produtores Cortes de Cima, Herdade do Rocim e Quinta do Quetzal, no concelho da Vidigueira, e Quinta de Saes e Quinta da Pellada, Casa da Passarela, nas encostas da Serra da Estrela, no Dão.  

O Concurso Vinhos de Portugal, decorre durante esta semana, entre as 10h e as 14h, no CNEMA, em Santarém, e estas visitas estão integrados no programa de acções paralelas.

 

 
Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos portugueses premiados no International Wine Challenge 2013

Os vinhos portugueses foram galardoados com medalhas de bronze, prata e ouro. O número de medalhas de ouro foi de 57, mais duas, comparativamente ao ano anterior.

Os vinhos premiados em maior número foram os generosos, seguidos dos tintos (maioritariamente do Douro e Dão) e dos brancos.

Os vinhos foram provados por um painel de quase 400 júris oriundos de vários países.

As medalhas de ouro atribuídas a Portugal estão listadas de seguida:

Vinhos Generosos

Madeira

Barbeito Boal Colheita Single Cask 235 A+E 1997

Blandy´s 10 Year Old Malmsey

Blandy´s 10 Year Old Verdelho

Blandy´s 20 Year Old Terrantez

Henriques & Henriques Bual 2000

Henriques & Henriques 10 Years Old Sercial

Henriques & Henriques 15 Year Old Malvasia

Henriques & Henriques 15 Year Old Verdelho

Henriques & Henriques 20 Year Old Terrantez

Justino´s Boal 1964

Justino´s Verdelho 1954

Justino´s Sercial 1940

Moscatel de Setúbal

Adega de Pegões Moscatel de Setúbal

Bacalhôa Moscatel Roxo 2001

Vinho do Porto

Andresen Royal Choice 20 Year Old

Ramos Pinto 30 Years

Ramos Pinto Quinta do Bom Retiro 20 Years

Sandeman 40 Years

Taylor´s 30 Year Old Tawny

Taylor´s 40 Year Old Port

Barros Colheita 1980

Graham´s Crusted Port 1998

Kopke Colheita 1941

Krohn Colheita 2001

Cockburn´s Quinta dos Canais Vintage 2010

Dow´s Vintage 1985

Graham´s Vintage 1983

Marks and Spencer Vintage Port 2007

Warre´s Vintage 1985

MHV Regimental LBV Port 2007

Poças LBV 2007

Porto Cruz LBV 2004

Smith Woodhouse Bottle Matured LBV 2002

Taylor´s Late Bottled Vintage 2008

Vieira de Sousa LBV 2008

Dalva Golden White 1971

Vista Alegre Porto 20 Years Old White

Vista Alegre Porto 20 Years Old White

Vinhos Tintos

Cadão Douro Reserva 2007

Catedral Dão Reserva 2010

Duorum Vinha Castelo Melhor Douro 2010

Grandes Quintas Douro Reserva 2010

Herdade do Perdigão Vinha do Almo Alentejo Escolha 2008

Lupucinus Douro Reserva 2009

Marka Reserva Douro Old Vines 2010

Moura Basto Douro Reserva 2010

Quinta da Fonte do Ouro Dão 2011

Quinta de Lemos Dona Georgina Dão 2005

Quinta de S. José Douro Reserva 2011

Quinta de Vargellas Douro 2001

Quinta do Vallado Douro Reserva Field Blend 2011

Vinhos Brancos

Cabriz Colheita Seleccionada 2012

Campolargo 2010

Herdade do Esporão Reserva 2011

Quinta de Gomariz Alvarinho 2012

Quinta do Pinto Grande Escolha 2010

Via Latina Alvarinho 2012

Fonte:  Wines of Portugal

ViniPortugal organiza Master Classes para jurados internacionais

Os jurados internacionais do Concurso Vinhos de Portugal vão ter possibilidade de participar nos três Master Classes que serão organizados nos próximos dias 14 15 e 16 de Maio, às 17h, na Sala Ogival da ViniPortugal, no Terreiro do Paço, em Lisboa.

São formações intensivas sobre os vinhos varietais das castas Alvarinho e Touriga Nacional e vinhos tintos com potencial de envelhecimento, ministradas por Luis Antunes, João Paulo Martins e Fernando Melo, da Revista de Vinhos. Estas visam fortalecer o conhecimento dos jurados sobre estes temas, reforçando a preparação para as provas que decorrerão no âmbito do Concurso Vinhos de Portugal. 

Os três Master Classes estão integrados no programa de acções paralelas do Concurso Vinhos de Portugal, que decorre durante esta semana, entre as 10h e as 14h, no CNEMA, em Santarém.

Mais informações sobre os Master Classes:

Dia 14, terça-feira, às 17h: “A Magia dos Alvarinhos” apresenta Alvarinhos de várias regiões, alguns exemplos de vinhos fermentados em inox e outros fermentados em Madeira, e convida os participantes a degustarem vinhos Alvarinhos de colheitas antigas. Um desafio que colocará em causa o mito que os Alvarinhos não são vinhos para guardar e envelhecer.

Dia 15, quarta-feira, às 17h: “Touriga Nacional – Poder e Elegância”: demonstra que esta casta autóctone, com elevado prestígio a nível internacional, é cultivada a nível nacional nas várias regiões vinícolas. A comprovar nesta acção serão degustados vinhos da região do Douro, Dão, Beira Interior, Lisboa, Tejo, Setúbal, Alentejo e Algarve.

Dia 16, quinta-feira, às 17h: “40 anos de grandes tintos” pretende mostrar que Portugal tem tradição e qualidade na produção de vinhos tintos e que estes têm potencial de envelhecimento. Vinhos de 1963 a 2003 serão degustados. Uma acção que promete revelar excelentes surpresas e alguns tesouros.  

Fonte:  Wines of Portugal

Concurso Vinhos de Portugal com mais de 1000 vinhos em prova

O Concurso Vinhos de Portugal que será terá início na próxima segunda-feira, dia 13 de Maio, no CNEMA em Santarém, reunirá em prova mais de 1000 vinhos das várias regiões vinícolas portuguesas, demonstrativos da qualidade e da diversidade da produção nacional. Um número que atingiu as expectativas da ViniPortugal, entidade responsável pela organização do Concurso, que eram bastante elevadas. A prova decorrerá durante uma semana e incluirá um programa de acções paralelas, com três Master Classes e duas visitas a regiões menos conhecidas.   

No âmbito da parceria estabelecida entre a ViniPortugal, ANDOVI, CNEMA, IVBAM, IVDP, IVV e Revista de Vinhos, o Concurso Vinhos de Portugal apresenta um formato moderno, representando uma aposta na promoção e valorização dos vinhos portugueses, não só no mercado doméstico, no qual o concurso tinha já um indiscutível impacto, mas sobretudo no mercado internacional, proporcionando que um largo espectro de vinhos portugueses possa ser apreciado por um prestigiado painel de prova internacional.

O Grande Júri será constituído por cinco elementos, todos de elevada reputação internacional. Caberá a Luís Lopes a coordenação do Grande Jurí e a João Pires a Direcção Técnica do Concurso Vinhos de Portugal. O restante painel do júri será composto por 32 jurados internacionais: cinco alemães, quatro brasileiros, quatro britânicos, um canadiano, quatro espanhóis, um francês, um japonês, cinco norte-americanos e sete sommeliers suecos. 

Para Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, “Hoje os vinhos portugueses reúnem todas as condições para se submeterem a um grande escrutínio internacional por especialistas e críticos de opinião dos mercados estratégicos da marca WoP. Convidá-los a participar como jurados do Concurso Vinhos de Portugal, proporcionando-lhes provar não alguns mas sim centenas de bons vinhos constituiu uma oportunidade única. Provar, avaliar, deixar que se envolvam pelo carácter distintivo e diferente dos nossos vinhos, para que levem para o seu país excelentes memórias que os transformem em mensageiros e prescritores dos nossos vinhos nos seus países está nos nossos objectivos.”

“Estamos a aproximar-nos de um momento único, pois nunca até agora tantos vinhos portugueses estiveram em concurso expostos a um tão vasto leque de jurados com um caracter fortemente internacional e esta é a força que queremos transmitir dos nossos vinhos. Portugal é sem dúvida um excelente produtor de vinhos com muita qualidade e são muitos os produtores que contribuem para esta excelência.” acrescenta o mesmo responsável.

A par da integração de um painel internacional de jurados, a edição deste ano apresenta ainda um factor muito atrativo para os vinhos portugueses oferecendo um passaporte aos vinhos premiados para a participação em acções internacionais da ViniPortugal em mercados chave. Estes vinhos beneficiarão da preferência nomeadamente em city tastings e seminários dirigidos a públicos-alvo referência, como líderes de opinião, distribuidores, entre outros.

A incorporação de um programa de acções paralelas no Concurso Vinhos de Portugal é outra das novidades. Em parceria com a Revista de Vinhos, a organização do Concurso está a criar um conjunto de iniciativas com o objectivo de apresentar aos jurados internacionais as especificidades dos vinhos portugueses e das suas regiões. Assim, serão promovidos três Master Classes, um sobre os Alvarinhos, outro sobre a Touriga Nacional e um terceiro sobre Vinhos com idade. Serão ainda realizadas duas visitas a regiões menos conhecidas: a Vidigueira no Alentejo e as Encostas da Serra da Estrela, no Dão.

Membros do Grande Júri e do Júri

Grande Júri:

Da Alemanha: David Schwarzwalder

Do Brasil: Jorge Carrara

Do Canadá: Tom Firth

Dos EUA: Mary Ewing Mulligan (Master of Wine)

Júri:

Da Alemanha: Axel Probst, Bernd Kreis, Chris Brissac, Stephanie Döring e Yvonne Heisterman

Do Brasil: Christian Burgos, Didu Russo, Marcelo Copelo e Suzana Barelli

Do Canadá: Danielle Dupont

De Espanha: José Ramon Garcia, Luz Divina, Miguel Angel Martin Jorda e Pedro Ballasteros Torres

Dos EUA: Brenda Maitland, Joe Roberts, Michael Shaefer,  Ryan Opaz e Tim McNally

De França: George dos Santos

Do Japão: Iroshi Ishida

Do Reino Unido: Jo Ahearne MW, Natasha Hughes, Sarah Ahmed e Vitor Amaro

Da Suécia: 7 sommeliers    

Fonte:  Wines of Portugal