Arquivo para junho 2016 | Página mensal de arquivo

Promoção dos Vinhos de Portugal focada em Angola

Angola continua no alvo da promoção dos vinhos nacionais, organizando a ViniPortugal três provas Luanda, Lubango e Benguela nos próximos dias 30 de Junho, 4 e 6 de Julho. São iniciativas que visam reforçar o conhecimento e a notoriedade dos vinhos portugueses neste mercado.  

A expansão territorial e conquista de novos mercados regionais é um dos objetivos estratégicos da divulgação dos Vinhos de Portugal neste mercado, motivando a ViniPortugal a estender as provas a Lubango e Benguela. A promoção será iniciada em Luanda, com a Prova de Luanda no Complexo Paz Flôr no dia 30 de junho, que contará com a presença de 31 produtores. O Hotel Serra da Chela em Lubango acolhe a segunda prova, na qual participam 22 produtores. Enquanto a prova de Benguela será organizada no Mil Cidades Aparthotel, com 26 produtores nacionais, que colocarão em degustação diversos vinhos nacionais. 
 
A ViniPortugal promoverá –  junto de distribuidores, importadores, retalhistas e público em geral – os fatores diferenciadores dos vinhos portugueses, enaltecendo as castas únicas nacionais, a enorme variedade de estilos de vinhos, assim como o elevado potencial gastronómico e a forte tradição de um país que se orgulha por produzir vinhos há mais de 4000 anos. 
 
Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, destaca “Ao nível da promoção dos vinhos portugueses, importa em Angola seguir uma estratégia de defender a posição privilegiada conquistada pelos vinhos nacionais neste mercado, num contexto socioeconómico e político relativamente instável. Os consumidores angolanos têm demonstrado uma forte preferência pelos vinhos nacionais que interessa continuar a capitalizar, fortalecendo um maior conhecimento da diversidade da oferta nacional”.
 

Fonte:  Wines of Portugal

Brasil no alvo da promoção dos Vinhos de Portugal

A ViniPortugal promove três provas em Salvador, Vitória e Fortaleça de 21 a 27 de junho, comprovando que o mercado brasileiro continua no foco da promoção dos vinhos portugueses. São acções que pretendem fortalecer a divulgação e a notoriedade dos vinhos nacionais no Brasil, lançado aos principais públicos o desafio de se atreverem a conhecer o que é único, descobrindo a diferença.

A primeira Degustação dos Vinhos de Portugal será realizada no dia 21 de Junho em Salvador, com a presença de 8 produtores nacionais. A promoção estende-se depois a Vitória, com a participação com uma área dos Vinhos de Portugal na feira de Vitoria – Expovinhos Vitoria –  de 22 e 23 de Junho. Nove stands serão a montra dos vinhos portugueses com o envolvimento de 10 produtores. A última prova será organizada em Fortaleza, no dia 27 de Junho, com 13 produtores.

A promoção dos vinhos portugueses no Brasil foi iniciada em Abril e prolonga-se até Setembro, englobando várias ações que visam a promoção dos vinhos portugueses no mercado brasileiro. O Roadshow engloba diversas iniciativas como provas, degustações e formações que terão lugar de Norte a Sul do país, em cidades tão distintas como Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis, Salvador, Maceió, Recife, Fortaleza, São Paulo e Porto Alegre.

Em 2016 as degustações apresentam a novidade de serem abertas ao público consumidor, com entrada paga, mantendo-se acessíveis aos profissionais do sector e imprensa especializada. O Roadshow de promoção dos Vinhos de Portugal pelo Brasil engloba ainda uma forte aposta pedagógica através de formações.

As acções visam ainda demonstrar o elevado potencial gastronómico dos vinhos nacionais, através da desmonstração da incrível capacidade de harmonização com diferentes pratos, que associada à sua longa história e tradição, imprimem importantes características, resultando no reconhecido internacional num mercado amplamente competitivo.

O Brasil atravessa um período de alguma incerteza no que diz respeito ao futuro da sua economia. No entanto os vinhos nacionais estão focados em reforçar a posição e a imagem dos Vinhos de Portugal, criando oportunidades quando possivelmente outros países concorrentes poderão estar a conter os investimentos promocionais.
 
 
Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos de Portugal à conquista do Canadá

Os Vinhos de Portugal rumam ao Canadá para se promoverem neste mercado que constitui o 8º destino de vinhos portugueses e regista bons crescimentos sucessivos, tendo terminado 2015 com um crescimento em valor acima dos 14%. A ViniPortugal organiza duas Grandes Provas dos Vinhos de Portugal nos dias 20 e 22 de junho, em Calgary e Montreal.  

Na Grande Prova dos Vinhos de Portugal em Calgary – a terceira maior cidade do Canadá localizada na província de Alberta – participam 33 produtores nacionais. O programa será iniciado por um seminário focado na diversidade dos vinhos portugueses, conduzido por Sofia Salvador, Wine Educator da Viniportugal, dirigido a 40 profissionais de trade. Serão apresentados 10 vinhos com o objetivo de aprofundar o conhecimento dos vinhos nacionais e valorizar as suas características diferenciadoras. Após o seminário será realizada a prova, dedicada exclusivamente a 150 profissionais de trade do sector.
 
No dia 22 de junho será realizada a Grande Prova dos Vinhos de Portugal em Montreal – maior cidade da província canadiana de Quebec -, que contará com a presença de 43 produtores e integrará dois seminários sobre a diversidade dos Vinhos Portugueses. Serão ambos apresentados por uma dupla de oradores composta pela reconhecida Sommelier Canadiana Veronique Rivest e pela Wine Educator da Viniportugal, Sofia Salvador. Em cada seminário serão apresentados 10 vinhos, dirigidos a 40 profissionais de trade e 40 Product Consultantes da SAQ, respectivamente.
 
A Grande Prova de Montreal contempla um período dedicado exclusivamente a 250 profissionais de trade do sector, seguindo-se um período aberto a consumidores finais sendo esperados um total 500 convidados.
 
Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, destaca “A promoção dos vinhos portugueses no mercado canadiano aposta numa maior extensão territorial e aproximação a novos mercados regionais, designadamente Calgary na província de Alberta. O Canadá é um dos 12 mercados prioritários para a promoção dos Vinhos de Portugal. Um mercado muito relevante, dado que importa a maioria dos vinhos consumidos, sendo o Québec, Ontário e a British Columbia (BC) os maiores consumidores, representando no seu conjunto mais de 75% do consumo de vinho do Canadá. Os vinhos portugueses em 2015 conquistaram uma quota de mercado de 2.5%, posicionando Portugal no 9º lugar tanto em volume como em valor.”
 

Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos de Portugal conquistam medalhas no Decanter World Wine Awards

A edição de 2016 do concurso Decanter World Wine Awards premiou 578 vinhos portugueses. Os fortificados Verdelho Blandy’s 1979, da região da Madeira e o Moscatel Bacalhôa 2013, da Península de Setúbal arrecadaram 2 das 31 medalhas “Platina – Melhor da Prova” atribuídas durante o concurso, anteriormente conhecidas como troféus internacionais. Portugal somou ainda 7 medalhas Platina, 33 medalhas de ouro, 127 de prata e 229 de bronze.  

A França foi a nação que arrecadou mais medalhas “Platina – Melhor da Prova” (9), tendo ficado à frente do Chile (6), Espanha (4) e Austrália (3). Em Portugal, a região do Porto e Douro foi a mais premiada com 225 medalhas, seguindo-se do Alentejo com 139 medalhas.

Cerca de 16.000 vinhos foram julgados em prova cega por 240 dos melhores palatos do mundo, incluindo 69 Masters of Wine e 26 Master Sommeliers, durante uma semana, no Tobacco Dock em Londres.

Platina – Melhor da Prova

Verdelho Blandy’s 1979, Madeira
Moscatel Bacalhôa 2013, Península de Setúbal

Platina

Moscatel 5 years NV, Bacalhôa, Península de Setúbal
Bulas 2011, Porto
Duque de Bragança, 20 Year Old Tawny NV, Ferreira, Porto
Colheita Kopke, 1941, Porto
Finest Reserve NV, Marks And Spencer, Porto
Pêra-Grave, Reserva 2013, Alentejo
Alvarinho Soalheiro 2015, Monção e Melgaço, Vinho Verde

Veja a lista completa de resultados aqui.

Fonte:  Wines of Portugal

Prova de Vinagres de Vinho no Porto

Em parceria com a Mendes Gonçalves, Comtemp e Vinorte, a ViniPortugal promove a primeira prova de vinagres com base em vinho na próxima sexta-feira, dia 17 de Junho, pelas 18h30, na Sala de Provas do Porto, no Palácio da Bolsa. Uma iniciativa que convida a provar e comprovar que num país de grandes vinhos também se fazem grandes vinagres. 
 
A prova promete ser um verdadeiro desafio aos sentidos com degustações e harmonizações com vinagre de vinho. Único porque obtido exclusivamente por fermentação acética do vinho, diferencia-se por uma acidez total não inferior a 60 gramas por litro, expressa em ácido acético.  
 
A participação na prova tem o custo associado de 5€ e requer inscrição até dia 16/06 para o e-mail sara.monteiro@viniportugal.pt. Constitui uma excelente oportunidade de os apreciadores comprovarem o caracter excepcional dos vinagres de vinho.
 

Fonte:  Wines of Portugal

O que nos faz beber mais e mais vinho?

Um copo de vinho nunca basta. Bebem-se dois, três, quatro ou até mesmo mais. A culpa não é da sede, nem da possível vontade de ficar embriagado. A culpa de uma pessoa beber mais e mais vinho é do copo.

 
Segundo um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, o tamanho do copo influencia diretamente a quantidade de bebida que uma pessoa ingere. Parece óbvio, mas não é assim tanto.
 
A quantidade de vinho colocado no copo até pode ser pequena ou igual à de um copo pequeno, mas se o copo for grande, a tendência para repetir a dose é maior, o que faz com que a pessoa beba mais e de forma mais frequente do que quando dos copos são pequenos, lê-se na Time.
 
Depois de fazerem dois testes em dois locais distintos (um restaurante e um bar) – e no qual incluíram copos de 370 ml e de 250 ml – os cientistas detetaram que a venda de vinho em copos grandes subiu 14,4% nos bares e 8,2% nos restaurantes, o que espelha também um maior consumo desta bebida.

Saiba mais em: http://www.winesofportugal.info/pagina.php?codNode=131703

Fonte:  Notícias ao Minuto

Franceses à descoberta do vinho português em Paris

A primeira edição do Salão do Vinho Português, que terminou esta segunda-feira, contou com a visita de “entre três a cinco mil pessoas”, na maioria franceses, disse à Lusa o escansão Michaël Morais, um dos organizadores da iniciativa inédita de lusodescendentes, com o apoio da Viniportugal.
 
O Salão do Vinho Português começou decorreu no passado fim de semana, no Parc Floral de Paris, e reuniu “86 produtores de vinho e bastantes franceses que vieram descobrir os vinhos portugueses”, referiu Roméo de Amorim, que também organizou o salão.
 
“Foi um sucesso. (…) Tivemos a visita de vários escansões, como David Biraud, que foi o segundo melhor “sommelier” do mundo. Esta gente dá importância aos vinhos portugueses e é uma confirmação da qualidade dos vinhos”, explicou o lusodescendente de 34 anos.
 
Roméo Amorim afirmou que “ainda é cedo para conhecer o volume de negócios”, sublinhando que os expositores vieram mais para “encontrar contactos” e tendo expectativas que o salão vai contribuir para o crescimento das vendas de vinhos portugueses em França nos próximos tempos.
 
“As pessoas que participaram nas “masterclasses” ficaram muito surpreendidas com os vinhos portugueses. Houve temas como a harmonização dos queijos franceses com os vinhos portugueses, os vinhos velhos. As pessoas gostaram muito e quanto mais os franceses provam os vinhos portugueses, mais compram. O mais importante é dar a conhecer os vinhos”, afirmou.
 
O salão contou, ainda, com um concurso dos melhores vinhos portugueses, presidido por Michaël Morais, no qual se premiaram os melhores Porto branco, Porto tinto, vinho da Madeira, vinho tinto, vinho branco, vinho rosé, espumante e vinho verde.
 
Micaël Morais é “sommelier” num restaurante com uma estrela Michelin em Paris, onde serve o cocktail “a Portuguesa”, feito a partir de vinho do Porto, pimenta vermelha, bagas de zimbro, cravos-da-Índia, licor Chartreuse e espumante rosé.

Saiba mais em: http://www.revistaport.com/franceses-a-descoberta-do-vinho-portugues-em-paris/

Fonte:  revistaport.com

Melhoria do serviço de Vinho e vantagens do serviço de vinho A Copo focadas nas formações da ViniPortugal para o Canal Horeca

A ViniPortugal reforça a formação A Copo para o Canal Horeca, com a organização de duas novas sessões nos dias 20 e 27 de Junho. A primeira formação será realizada na Sala de Provas do Porto, no Palácio da Bolsa, no dia 20 de Junho, entre as 15h e as 17h. A formação em Lisboa terá lugar na sede da ViniPortugal, Edifício IVV em Lisboa, uma semana depois, no dia 27 de junho, no mesmo horário, entre as 15h e as 17h. 

As formações têm como objetivo fortalecer a divulgação das vantagens do vinho A Copo e as mais-valias que a opção pode aportar para um negócio. As formações exigem inscrição e serão conduzidas pela formadora Daniela Costa. 
 
Cumprem ainda os objetivos de apoiar o Canal Horeca na definição de um bom serviço de vinhos, valorizar os contributos de um bom serviço e oferta de vinho A Copo para o estabelecimento e para o consumidor, apresentar técnicas e instrumentos de conservação do vinho, promover a iniciação aos Vinhos de Portugal, enaltecer o serviço responsável e divulgar noções básicas de harmonização. 
 
As formações são organizadas no âmbito da campanha A Copo e são direcionadas para os profissionais da hotelaria, restauração, enotecas, bares e wine bares, promovendo o desenvolvimento de ferramentas para a criação de uma ligação ímpar entre o consumidor, os prestadores de serviço e a arte de degustar um vinho a copo.
 
Os interessados em participar nesta formação deverão enviar a ficha de inscrição preenchida para o seguinte e-mail: daniela.costa@viniportugal.pt ou solicitar mais informações quer através da página https://www.facebook.com/pages/A-COPO/166157413418827 quer pelo telefone 966371102
 

Fonte:  Wines of Portugal