Arquivo para abril 2019 | Página mensal de arquivo

Inscrições abertas para o Concurso Vinhos de Portugal até 18 de Abril

Após as duas primeiras fases de inscrição, os produtores nacionais têm, até dia 18 de Abril, uma última oportunidade para colocar à prova os seus vinhos no Concurso Vinhos de Portugal. As inscrições podem ser feitas no site http://concursovinhosdeportugal.pt/
 
A primeira fase do Concurso Vinhos de Portugal decorrerá de 6 a 8 de Maio, no CNEMA, em Santarém, na qual os vinhos inscritos serão avaliados por um júri, composto por especialistas em vinhos portugueses e internacionais, entre os quais jornalistas, sommeliers, wine educators e outras profissões ligadas ao sector.

Após esta fase, o Grande Júri reunirá nos dias 9 e 10 de Maio, no Porto, para a selecção dos Grandes Ouros e os Melhores no Ano. Os grandes vencedores serão conhecidos na Gala de Entrega de Prémios, no dia 10 de Maio, no Terminal de Cruzeiros de Leixões, no Porto.

Este ano a ViniPortugal volta a apostar num painel de jurados nacionais e internacionais de renome. O Grande Júri será presidido por Luís Lopes e contará com Dirceu Vianna Júnior (MW), do Reino Unido, Evan Goldstein (MS), dos EUA, Thomas Vartelaus, redactor-chefe da Revista Vinum, proveniente da Suíça, e Bento Amaral, de Portugal.

Em 2018 foram a concurso 1307 vinhos, de 372 produtores, que arrecadaram 301 medalhas, das quais 36 na categoria Grande Ouro, 73 Ouros e 192 Pratas.


ViniPortugal promove masterclasses para jurados internacionais durante o Concurso Vinhos de Portugal

Para além da avaliação dos vinhos durante a 1.ª fase do concurso, os jurados internacionais vão ter a oportunidade de conhecer mais sobre a realidade vitivinícola nacional. Para isso, a ViniPortugal vai promover um conjunto de masterclasses, dirigidas a profissionais, que terão lugar em Santarém, após as provas no CNEMA. Perceber as características de cada casta e o seu papel nos blends clássicos das principais regiões vitivinícolas é o objectivo central destes seminários.

No dia 6 de Maio vai realizar-se a sessão “Vinhos Brancos (Varietais e Blends)”, que proporcionará uma viagem pelas principais variedades brancas de Portugal, desde as mais representativas a nível nacional, como Fernão Pires ou Arinto, até às de maior expressão regional, como Loureiro, Alvarinho, Viosinho, Encruzado ou Antão Vaz.

No dia seguinte é a vez dos Vinhos Tintos serem o tema central da sessão. Serão abordadas castas mais representativas a nível nacional, como Aragonez/Tinta Roriz ou Touriga Nacional, até às de maior expressão regional, como Baga, Castelão, Touriga Franca, Trincadeira, Alicante Bouschet, Rufete ou Ramisco.

A última masterclass será dedicada ao tema “Vinhas Velhas: Um Património Notável”, no dia 8 de Maio. Nesta sessão os convidados serão levados a conhecer a importância das vinhas velhas como um dos principais factores diferenciadores dos vinhos portugueses. A complexidade do field blend, a baixa produção por hectare e a resiliência destas vinhas, várias delas centenárias, conduzem a vinhos de enorme qualidade e singularidade.
O Concurso Vinhos de Portugal é uma iniciativa da ViniPortugal que pretende ser um ponto de encontro e de troca de experiências entre produtores e especialistas de todo o mundo, reafirmando a aposta na produção nacional de vinho de qualidade com o intuito de se afirmarem enquanto produtos de excelência nos mercados de exportação

Fonte:  Wines of Portugal

ViniPortugal promove roadshow no Brasil

De 8 a 12 de Abril a diversidade e qualidade dos vinhos portugueses vão ser dadas a conhecer junto de profissionais e consumidores de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. A iniciativa, promovida pela ViniPortugal, reúne uma comitiva de mais de 20 agentes económicos que levarão mais de 110 vinhos criados a partir de 250 castas de origem nacional. 
 
Intitulada “Roadshow Vinhos de Portugal 2019”, a iniciativa conta com um programa variado de acções, que inclui masterclasses sobre os Vinhos de Portugal, ministradas por especialistas do sector – Sandra Zottis (Curitiba), Eduardo Araújo (Florianópolis) e Mauricio Roloff (Porto Alegre) – e degustações de vinhos. No decorrer das degustações, terá lugar uma competição interactiva, designada por “Wine Games”, na qual os participantes serão desafiados a identificar os principais aromas do vinho, a região de onde é oriundo e as uvas presentes em cada vinho. Este desafio pretende reforçar a percepção de Portugal enquanto produtor de referência de “blends”, combinando da melhor maneira diferentes castas para chegar a vinhos de excelência. 
 
Participam nessa edição os produtores Aveleda, Casa Agrícola HMR, Casa Relvas, Enoforum – Grupo Carmin, Esporão, Quinta do Castro, Cartuxa – Fundação Eugenio de Almeida, Ségur Estates, Herdade Tinto e Branco, José Maria da Fonseca, Quinta das Arcas, Quinta do Vallado, Dona Maria – Julio Bastos, Monte da Ravasqueira, Herdade Paço do Conde, Quinta da Lapa e a Sogrape Vinhos
 
A promoção do “Roadshow Vinhos de Portugal” no Brasil responde à aposta da ViniPortugal, materializada no Plano Sectorial de Marketing e Promoção para 2019, de apostar no mercado brasileiro, um dos principais destinos de exportação, bem como de dinamizar mais eventos para consumidores para dar a conhecer a qualidade e diversidade dos vinhos portugueses em mercados estratégicos para a marca “Wines of Portugal”.
 
O Brasil é um mercado em evidência para a marca “Wines of Portugal”. Em 2018 os vinhos portugueses tiveram um desempenho muito positivo neste mercado, com um crescimento de 16,4% em valor e um aumento de 10,7% no preço médio em 2018 face a 2017, o que consubstancia a melhor performance no top-10 dos principais mercados de destino dos vinhos portugueses.
 
O Brasil, conjuntamente com os Estados Unidos da América, Canadá e China são apostas dos vinhos portugueses para 2019. Recorde-se que estes mercados representam 60% do valor destinado à promoção internacional, que totaliza 14 milhões de euros, dos quais cerca de 6,5 milhões de euros cabem à ViniPortugal.
 

Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos portugueses premiados no Mundus Vini 2019

A 22ª edição do Mundus Vini atribuiu 5 medalhas de Grande Ouro aos vinhos portugueses – a distinção mais alta da competição. A região do Porto e Douro foi a portuguesa mais premiada com 64 medalhas.
 
Portugal arrecadou 162 medalhas de ouro e 112 medalhas de prata. Itália foi o país mais premiado (678 medalhas), seguido de Espanha (620 medalhas), França (343 medalhas) e Portugal (279 medalhas).
 
O Mundus Vini foi fundado há 20 anos pela editora Meininger Verlag e tornou-se um dos concursos mais importantes do mundo dos vinhos. Cerca de 200 especialistas internacionais de vinhos de 50 países avaliaram quase 7.200 vinhos oriundos de 156 regiões vitícolas de todo o mundo. Os vinhos do Velho Mundo foram os grandes vencedores desta edição.
 
Vinhos Portugueses premiados com Grande Ouro

 
Adega de Favaios Moscatel 1999
Vinha do Fava Touriga Nacional 2017
Adega de Pegões Selected Harvest tinto 2014
Seyra Porto Tawny 20 Anos
Porto Monge 10 Anos

Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos portugueses promovidos junto de profissionais do sector da América do Norte

A ViniPortugal vai dedicar uma semana à promoção da qualidade dos vinhos portugueses junto dos profissionais do sector do vinho e da gastronomia do Canadá e dos Estados Unidos da América. De 1 a 4 de Abril, perto de 100 produtores nacionais vão dar-se a conhecer em acções promovidas em Vancouver, São Francisco e Toronto, que incluem provas de vinho e seminários dirigidos a profissionais.

A semana arranca no Canadá, com a realização da “Grande Prova de Vancouver”, no dia 1 de Abril. Esta será uma acção dirigida exclusivamente a profissionais, sendo esperados cerca de 150 convidados, onde se contam agentes privados, sommeliers, profissionais de restauração e consultores da British Columbia Liquor Distribution Branch (BCLDB), que constitui uma das entidades governamentais responsáveis pela indústria de bebidas alcoólicas. O programa do evento inclui ainda a realização de dois seminários, no qual serão apresentados e provados 10 vinhos nacionais, conduzidos por Sofia Salvador, Wines of Portugal Wine Educator.

No dia seguinte, tem lugar a “Grande Prova de São Francisco”, que contará com a participação de 33 produtores portugueses de diferentes regiões vitivinícolas que terão oportunidade de contactar com 200 profissionais do sector, como sommeliers, retalhistas, distribuidores, importadores e media especializados em vinho e gastronomia. O embaixador da marca “Wines of Portugal” nos Estados Unidos, Eugénio Jardim, e a MS Gillian Ballance conduzirão três seminários para profissionais, dedicados aos vinhos portugueses.

A semana termina com a “Grande Prova de Toronto”, no dia 4 de Abril. O programa tem prevista a presença de 33 produtores nacionais e a afluência de profissionais do sector vitivinícola e da restauração, bem como consultores do Liquor Control Board of Ontario (LCBO), uma empresa governamental de Ontário e um dos maiores compradores e retalhistas de bebidas alcoólicas do mundo. À semelhança das provas anteriores, os profissionais poderão participar em dois seminários, conduzidos por Sofia Salvador.

Ainda no contexto das acções promocionais desenvolvidas no Canadá, a ViniPortugal vai promover duas sessões de educação para as equipas dos Liquor Boards das províncias da British Columbia e Québec, conduzidas por Sofia Salvador com dois reconhecidos sommeliers locais, Alain Bélanger, no Québec, e Ian Philip na British Columbia.
 
Ao longo de 2019 a fileira do vinho de Portugal irá investir 14 milhões de euros na promoção internacional, cabendo à ViniPortugal cerca de 6,5 milhões de euros, dos quais 60% deste valor a ser destinado aos quatro principais mercados desta estratégia, onde se incluem os Estados Unidos da América e o Canadá.

De acordo com os dados apresentados pelo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) no Fórum Anual dos Vinhos Portugueses 2018, as exportações dos vinhos portugueses cresceram 3% em valor e tiveram um aumento de 4% no preço médio em 2018 face a 2017. Os Estados Unidos, conjuntamente com França e Reino Unido, estão no top-3 dos principais destinos de exportação dos vinhos portugueses, representando 33% do vinho exportado.

O Canadá integra também o top-10 dos principais mercados de destino dos vinhos portugueses, que inclui ainda países como Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Angola e Suíça. Em conjunto, estes mercados representam 72% da exportação nacional.

Fonte:  Wines of Portugal

Thomas Vaterlaus estreia-se no Grande Júri, que vai escolher os Melhores Vinhos do Ano

A qualidade dos vinhos portugueses vai ser avaliada no Concurso Vinhos de Portugal 2019 por um painel de jurados nacionais e internacionais de renome. Entre os especialistas que se estreiam nesta iniciativa da ViniPortugal destaca-se Thomas Vaterlaus, editor-chefe da Revista Vinum, proveniente da Suíça, que se juntará a Dirceu Vianna Júnior (MW), Evan Goldstein (MS), Bento Amaral e Luís Lopes no Grande Júri do concurso.

Na edição de este ano, a ViniPortugal volta a apostar em ter especialistas internacionais, originários de mercados estratégicos para a marca “Wines of Portugal”, reforçando o carácter promocional que o concurso tem vindo a assumir ao longo dos últimos anos junto de especialistas, sommeliers e influenciadores de mercados externos.

Para além do convite a Thomas Vaterlaus para o Grande Júri, destacam-se a estreia de outros jurados internacionais no Júri Regular do concurso, nomeadamente Anders Halskov-Jensen, escritor e crítico de vinhos originário da Dinamarca; David Wong, director executivo da Wynn Food & Beverage de Macau; Marshal Lyu, professor de vinho, da China; Nancy Reynolds, fundadora da agência de vinhos Worldwide Cellar, do Canadá; Eduardo M. Araújo, sommelier, eleito em 2017 o “Melhor Sommelier do Brasil para Vinhos de Portugal”; e Tatiana Mann, profissional de vinhos da Rússia radicada no Reino Unido.

Recorde-se que durante a 1.ª fase do Concurso Vinhos de Portugal, que terá lugar no CNEMA, em Santarém, os vinhos serão avaliados por júris, com cinco a sete membros qualificados, dos quais pelo menos dois serão estrangeiros.

Segunda fase de inscrições abertas até 12 de Abril

Pelo sétimo ano consecutivo, a ViniPortugal distingue a excelência dos vinhos nacionais. As inscrições no Concurso Vinhos de Portugal estão abertas e podem ser feitas no site http://concursovinhosdeportugal.pt/. A 2.ª fase de inscrições decorre até dia 12 de Abril, sem penalizações para os produtores.   

A primeira fase do Concurso Vinhos de Portugal decorrerá de 6 a 8 de Maio, no CNEMA, em Santarém, na qual os vinhos inscritos serão avaliados por um júri, composto por especialistas em vinhos portugueses e internacionais, entre os quais jornalistas, sommeliers, wine educators e outras profissões ligadas ao sector.

Após esta fase, o Grande Júri reunirá nos dias 9 e 10 de Maio, no Porto, para a selecção dos Grandes Ouros e os Melhores no Ano. Os grandes vencedores serão conhecidos numa Cerimónia de Entrega de Prémios, no dia 10 de Maio, no Terminal de Cruzeiros de Leixões, no Porto.

Em 2018 foram a concurso 1307 vinhos, de 372 produtores, que arrecadaram 301 medalhas, das quais 36 na categoria Grande Ouro, 73 Ouros e 192 Pratas.

O Concurso Vinhos de Portugal é uma iniciativa da ViniPortugal que pretende ser um ponto de encontro e de troca de experiências entre produtores e especialistas de todo o mundo, reafirmando a aposta na produção nacional de vinho de qualidade com o intuito de se afirmarem enquanto produtos de excelência nos mercados de exportação

Fonte:  Wines of Portugal

Especialistas internacionais de vinho visitam Alentejo, Dão e Bairrada

A ViniPortugal, em conjunto com o IMW (Institute of Masters of Wine), promoveu uma visita de 15 Masters of Wine (MW) internacionais às regiões vitivinícolas do Alentejo, Dão e Bairrada. Ao longo de uma semana, especialistas originários de nove nações tiveram oportunidade de conhecer o melhor que Portugal pode oferecer em matérias de vinhos.

Intitulado “Descubra as regiões do Alentejo, Dão e Bairrada”, a visita teve como objetivo levar os MW a reforçar o seu conhecimento de Portugal, em particular as suas castas, regiões e produtores, tomando contacto com o panorama vinícola português e as suas características distintivas.

O grupo de MW, coordenado por Dirceu Vianna Junior, MW radicado em Inglaterra, integrava especialistas de renome internacional: Alison Eisermann Ctercteko (Australia), Elsa Macdonald (Canadá), James Lawther (França), Joanna Locke (Reino Unido), Joel Butler (EUA), Matthew Forster (Reino Unido), Olga Karapanou Crawford (EUA), Robin Kick (Suíça), Rupert Wollheim (Reino Unido), Simon Nash (Nova Zelândia), Susan McCraith (Reino Unido), Tim Jackson (Reino Unido), Yiannis Karakasis (Grécia) e Ying Tan MW (Singapura).

O programa desta visita contou com vários momentos de contacto com a realidade portuguesa, com destaque para visitas a produtores, provas de vinhos e palestras de enquadramento global do perfil de cada uma das três regiões vitivinícolas abrangidas, seguidas de debate sobre a viticultura.

Colaboraram nesta iniciativa a Herdade do Esporão, Dona Maria Vinhos, Fundação Eugénio de Almeida, Adega Mouchão, Symington Wine Estates, Magnum Vinhos, Julia Kemper Wines, Paços dos Cunhas de Santar/Global Wines, Quinta da Pellada, Casa da Passarela, Quinta dos Carvalhais/Sogrape, Quinta dos Roques, Caves Aliança, Luís Pato e Baga Friends (Quinta das Bágeiras, Sidónio de Sousa, Quinta da Vacariça, Niepoort e Palace Hotel do Buçaco), CVR do Dão e CVR da Bairrada.

Fonte:  Wines of Portugal