Vinhos de Portugal reforçam aposta no Reino Unido com iniciativas para profissionais e consumidores

O Reino Unido é o mercado em foco esta semana na estratégia de promoção externa da ViniPortugal. Reforçar os laços históricos entre os dois países e posicionar a qualidade dos Vinhos Portugueses junto de profissionais do sector e dos consumidores são os objectivos a concretizar com a organização da Grande Prova Vinhos de Portugal em Londres, no dia 27 de Fevereiro, e a participação no Decanter Spain & Portugal Fine Wine Encounter, que tem lugar no dia 29 de Fevereiro.

Constituindo a prova há mais tempo organizada pela ViniPortugal em mercados de exportação, a Grande Prova Vinhos de Portugal em Londres apresenta-se renovada na edição de 2020. O evento vai ter lugar este ano em Brick Lane, na Boiler House, reunindo 72 produtores nacionais, oriundos de várias regiões vitivinícolas, incluindo Açores e Madeira, que vão dar a conhecer novidades e novas colheitas a retalhistas, responsáveis de compras da grande distribuição e sommeliers.

A prova pretende dar a conhecer a diversidade e qualidade dos Vinhos Portugueses através de quatro mesas temáticas – “Master of Blends” (afirmar Portugal como um país que domina a arte do blend de várias castas); “Organic Wines” (capacidade de produção de vinhos biológicos em linha com a tendência mundial de vinhos orgânicos); “Atlantic Influence” (contributo da influência atlântica nos Vinhos Portugueses); “Whites to Excite” (Para além dos tintos, Portugal é também um país produtor de vinhos brancos de excelente qualidade).

O programa para profissionais fica completo com a realização de duas masterclasses, orientadas por Sarah Ahmed, a maior especialista e conhecedora de Vinhos Portugueses no Reino Unido, e Piotr Pietras MS, distinguido em 2017 como “O Melhor Jovem Sommelier do Mundo”.

Após o programa para profissionais, a Grande Prova de Vinhos de Portugal em Londres contará com uma prova para mais de 400 consumidores, que contará com a moderação do grupo “Three White Man”, formado pelos jornalistas ingleses Oz Clarke OBE e Olly Smith, que colocarão os produtores nacionais em diálogo e a partilhar experiências e conhecimento sobre os Vinhos Portugueses com os consumidores britânicos, num ambiente informal e descontraído.
 
Dois dias após esta prova, no dia 29, a ViniPortugal leva 36 produtores portugueses ao “Decanter Spain & Portugal Fine Wine Encounter”, um evento destinado a consumidores finais. É esperada a presença de mais de 1.000 participantes, incluindo leitores da prestigiada revista Decanter. Portugal organiza uma prova comentada pelo único Master of Wine de língua portuguesa, Dirceu Vianna Jr MW.

O Reino Unido é o 3.º mercado dos Vinhos Portugueses em valor e é um mercado prioritário para a marca “Wines of Portugal”. Em 2019 este mercado representou 77,7 milhões de euros em exportações, crescendo 3% em valor face ao ano transacto.

Em 2019 as exportações de Vinhos Portugueses atingiram o valor de 820 milhões de euros, um novo máximo histórico, que representa um aumento de 2,5% face ao ano anterior. França, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha formam o top-5 dos mercados de destino dos Vinhos Portugueses. Em termos globais, Portugal ocupa a 9.ª posição no top-10 dos maiores exportadores mundiais de vinho. Neste ranking, liderado pela França, Portugal está posicionado, em valor, atrás da Nova Zelândia e à frente do Reino Unido. Em volume, Portugal ocupa a mesma posição, ficando atrás dos Estados Unidos, mas supera a Argentina.


Fonte:  Wines of Portugal

Escolas Públicas e Privadas do Concelho de Cascais

URL: 
https://www.cascais.pt/sites/default/files/anexos/gerais/new/estabelecimentos_de_ensino.pdf

Portugal leva 75 produtores de vinho à estreia da Vinexpo Paris

De 10 a 12 de Fevereiro, os vinhos portugueses vão estar em evidência em França na 1.ª edição da Vinexpo Paris. A representação nacional, composta por mais de 75 produtores, originários de diferentes regiões vitivinícolas, é a participação internacional mais numerosa no certame.

Esta é uma oportunidade excelência para a promoção da qualidade dos vinhos de Portugal no mercado francês, o primeiro destino mundial dos vinhos nacionais. De acordo com os dados do IVV (Instituto da Vinha e do Vinho) dados a conhecer na última edição do Fórum Anual Vinhos de Portugal, as exportações para França representaram, em valor, 83 milhões de euros, registando-se uma subida de 0,7% no preço médio (valores até Setembro de 2019).
 
A representação nacional liderada pela ViniPortugal, sob a égide da marca “Wines of Portugal”, leva à Vinexpo Paris uma selecção de vinhos representativos da riqueza e diversidade das regiões vitivinícolas portuguesas. No stand da ViniPortugal os visitantes da feira vão ter ao seu dispor uma área de prova gratuita na qual estará em destaque uma selecção de 30 vinhos brancos de qualidade superior.

França, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha formam o top-5 dos mercados de destino dos vinhos portugueses. Em termos globais, Portugal ocupa a 9.ª posição no top-10 dos maiores exportadores mundiais de vinho. Neste ranking, liderado pela França, Portugal está posicionado, em valor, atrás da Nova Zelândia e à frente do Reino Unido. Em volume, Portugal ocupa a mesma posição, ficando atrás dos Estados Unidos, mas supera a Argentina.

A Vinexpo Paris resulta da iniciativa colectiva e inédita dos organizadores da Wine Paris (COMEXPOSIUM) e da Vinexpo Paris (VINEXPO) de promover um certame único em 2020.  A feira realiza-se na Paris Expo Porte de Versailles e vai contar com a presença de 700 expositores, sendo esperada a visita de mais de 7 mil pessoas.


Fonte:  Wines of Portugal

Teste

URL: 
https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiZTBmZjdhZjctZWM1OS00NTkyLTk5ZmItYTBhYjM3MDNmODg1IiwidCI6ImRiYTUzODBjLThlMjQtNDM2NC04YjEwLTdlMjIxN2NkY2Y2YSIsImMiOjh9
Texto Livre (Javascript): 
<iframe width="1140" height="541.25" src="https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiZTBmZjdhZjctZWM1OS00NTkyLTk5ZmItYTBhYjM3MDNmODg1IiwidCI6ImRiYTUzODBjLThlMjQtNDM2NC04YjEwLTdlMjIxN2NkY2Y2YSIsImMiOjh9" frameborder="0" allowFullScreen="true"></iframe>

Vinhos de Portugal distinguidos no “CWSA Best Value 2020”

O concurso atribuiu medalhas de “Duplo Ouro”, a mais alta distinção da competição, a um rum e quatro vinhos portugueses, nomeadamente: Moscatel Adega de Favaios 1999, Monsaraz Reserva CARMIM 2017, Portada Reserva 2018 e o Reizinho Rum Agrícola. À parte disso, Portugal arrecadou 45 medalhas de ouro, 10 medalhas de bronze e 11 medalhas de prata.  

Os prémios do CWSA são os únicos no mundo especialmente direcionados para o mercado chinês. O júri do concurso é constituído por elementos importantes do sector do comércio e distribuição de vinhos na China.

Conheça a lista completa de premiados aqui.


Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos de Portugal premiados na China

Portugal somou cinco troféus CWSA, a classificação mais alta da competição. O vinho Portada Reserva 2016 da DFJ Vinhos foi nomeado o Vinho Português do Ano. O Escada Reserva    2016 do mesmo produtor DFJ Vinhos foi considerado o melhor Vinho Português do Ano na categoria “Best Value”.

Para além dos troféus, os Vinhos de Portugal arrecadaram 16 medalhas de duplo ouro, 95 medalhas de ouro, 38 de prata e 10 de bronze. A avaliação foi realizada por um vasto painel de jurados, selecionados entre os maiores distribuidores de vinhos da China. A competição incluiu vinhos provenientes de 35 países.

Vinhos Portugueses premiados com Troféus no CSWA 2019

> Monte da Caçada 2017, Casa Santos Lima Companhia das Vinhas SA – Vinho do Ano da Região do Alentejo e CWSA Best Value 2019
> Portada Reserva 2016, DFJ Vinhos, S.A. – Vinho Português do Ano
> Portada Winemakers Selection 2018, DFJ Vinhos, S.A. – Vinho do Ano da Região de Lisboa
> Porto Monge    Adega Cooperativa de Favaios    10 Y. O – Vinho do Ano da Região do Douro
> Adega de Pegões Touriga Nacional 2016, Cooperativa Agricola Sto. Isidro de Pegões Crl – Vinho do Ano da Região Península de Setúbal e CWSA Best Value 2019

Conheça a lista completa de premiados aqui.


Fonte:  Wines of Portugal

Exportações dos vinhos portugueses ultrapassam os 580 milhões de euros até Setembro de 2019

•    Portugal é o 9.º maior exportador mundial de vinhos
•    França, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha são principais destinos de exportação nacional
•    Estados Unidos, Canadá e China são as grandes apostas na promoção para 2020, representando 40% do investimento total

As exportações dos vinhos portugueses cresceram 3,6% em valor e tiveram um aumento de 3,9% no preço médio em 2019 face ao ano passado, atingindo um montante superior a 580 milhões de euros (dados apurados até Setembro de 2019). Os dados foram apresentados pelo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) no Fórum Anual dos Vinhos Portugueses, uma iniciativa da ViniPortugal realizada esta quarta-feira no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.

França (fortemente influenciada pelo Vinho do Porto), Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha formam o top-5 dos mercados de destino dos vinhos portugueses. Destaque para o crescimento em valor das exportações face ao ano transacto nos mercados dos Estados Unidos (+7,9%), Reino Unido, (+22,4%), e Alemanha (+2,5%).  

 “Somos um pequeno produtor mundial mas um importante actor no comércio internacional. Competimos mundialmente com os melhores e, apesar de alguns desafios e dificuldades conjuncturais do sector, as exportações apresentaram um crescimento em valor”, afirmou Jorge Monteiro, Presidente da ViniPortugal. É objectivo da ViniPortugal que as exportações dos vinhos portugueses cheguem aos mil milhões de euros em 2022.

Em termos globais, Portugal ocupa a 9.ª posição no top-10 dos maiores exportadores mundiais de vinho. Neste ranking, liderado pela França, Portugal está posicionado, em valor, atrás da Nova Zelândia e à frente do Reino Unido. Em volume, Portugal ocupa a mesma posição, ficando atrás dos Estados Unidos mas supera a Argentina.

Estados Unidos, Canadá e China são as maiores apostas de promoção para o próximo ano

Em 2020 a ViniPortugal irá investir 6,6 milhões de euros na promoção internacional, dos quais 40% deste valor a ser destinado aos três principais mercados desta estratégia - Estados Unidos da América, Canadá e China -, que contabilizam 2,8 milhões de euros.

Fora do espaço comunitário, a estratégia de marketing e promoção aponta baterias a mercados como Angola, Japão, Noruega, Coreia do Sul, Suíça, Rússia e México, com um investimento total de 1,8 milhões de euros. Apesar de estar de fora do pódio dos mercados prioritários para promoção, o Brasil é um mercado estratégico para a marca “Wines of Portugal”. Por fim, para a União Europeia, a ViniPortugal reservou dois milhões de euros para marketing e promoção, com especial ênfase para o Reino Unido e a Alemanha.

O Plano Sectorial de Marketing e Promoção para 2020 da ViniPortugal, que tem a chancela “Wines of Portugal”, inclui a organização de eventos e provas de vinhos, participação nas principais feiras mundiais do sector como a ProWein, na Alemanha, sessões de educação para profissionais, masterclasses, visitas de comitivas de importadores e sommeliers e organização e participação em eventos para consumidores. “Para o próximo ano, vamos fazer uma maior aposta em eventos promovidos por entidades terceiras e menos na organização de eventos próprios e na promoção do vinho junto dos importadores”, afirmou Jorge Monteiro. “Esta aposta tem por objectivo passar de uma estratégia em que “se empurra” o produto para uma estratégia em que é o mercado a “puxar” esse produto”.  

Promovido anualmente pela ViniPortugal em cooperação com a ANDOVI, associação que agrega as CVR, o Fórum Vinhos de Portugal pretende ser um momento de análise e de debate sobre a realidade do sector vitivinícola nacional, com o contributo de entidades reguladoras e de promoção, produtores e convidados de áreas relevantes, e o palco para a apresentação da estratégia de promoção nacional e internacional dos Vinhos Portugueses para o ano seguinte.


Fonte:  Wines of Portugal

Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha | 4 de Dezembro | A partir das 9h

O desempenho das exportações dos vinhos portugueses, a evolução, expectativas e condicionantes do mercado nacional e o Plano Sectorial de Marketing e Promoção para 2020 vão ser dados a conhecer no Fórum Anual Vinhos de Portugal. O evento, uma iniciativa da ViniPortugal, realiza-se no dia 4 de Dezembro, a partir das 9h, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.  

Em 2018 Portugal ocupava o 9.º lugar no ranking mundial de países exportadores de vinhos, atrás da Nova Zelândia e estando à frente de países como África do Sul e Argentina. No ano passado Portugal exportou mais de 803 milhões de euros em vinhos, um aumento de 3% face a 2017. É objectivo da ViniPortugal que as exportações dos vinhos portugueses cheguem aos mil milhões de euros em 2022.

Promovido anualmente pela ViniPortugal, o Fórum Vinhos de Portugal pretende ser um momento de análise e de debate sobre a realidade do sector vitivinícola nacional, com o contributo de entidades reguladoras e de promoção, produtores e convidados de áreas relevantes, e o palco para a apresentação da estratégia de promoção nacional e internacional dos Vinhos Portugueses para o ano seguinte.



PROGRAMA

9h00:
Registo dos participantes

9h30m:
Abertura

10h00m: Os Mercados dos Vinhos de Portugal (IVV)

As Exportações 2019: dados mais recentes
O Mercado Nacional: evolução, expectativas e condicionantes

10h45m: A Sustentabilidade do Sector do Vinho: Condicionantes económicas e sociais e o contributo do sector para os novos desafios ambientais

Orador: António Marques Filipe, Symington Family Estates.
Mesa Redonda: Arlindo Cunha - Moderador, João Roquette (Esporão), Anselmo Mendes e Rosa Amador (ADVID).

12h00m: Pausa para café

12h30m: Plano sectorial de Marketing e Promoção para 2020 (Parte I)
EUA, Europa e Angola

13h15m: Pausa para almoço

14h45m: Apresentação da nova campanha de comunicação da Marca

14h50m: Apresentação da nova campanha do Wine in Moderation

15h00m: Plano sectorial de Marketing e Promoção para 2020 (Parte II)
Canadá, Brasil e Ásia

15h45m: Debate

16h30m: Encerramento


Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos Portugueses no Top 100 da Wine Enthusiast

O Quinta do Vale Meão 2016 Red (Douro) conquistou o 8º lugar da tabela e foi o vinho português com melhor classificação na lista. A Wine Enthusiast descreve-o como “um vinho, equilibrado, com acidez e estrutura suculenta. Uma textura mineral que fornece a conexão essencial com o terroir do Douro Superior. Provém de uma das principais propriedades do Douro, o último a ser criado por Dona Antónia Ferreira e que ainda está nas mãos dos seus descendentes.

Este ano, o painel de degustação da Wine Enthusiast analisou mais de 24 000 vinhos de todo o mundo, explorando uma infinidade de regiões, estilos e preços. Esta seleção anual dos melhores entre os melhores mostra a incrível diversidade de vinhos de alta pontuação no mercado. Cada um foi escolhido por diferentes razões, incluindo os altos índices da relação qualidade-preço, boa disponibilidade no mercado e um factor x.

 

Vinhos portugueses no Top 100 da Wine Enthusiast

 

# 8º: Quinta do Vale Meão 2016 Red, Douro – 98 pontos

# 56º: José Maria da Fonseca 2017 José de Sousa Red (Alentejano) – 96 pontos

# 59º: Anselmo Mendes 2018 Muros Antigos Alvarinho (Vinho Verde) – 92 pontos

# 62º: Herdade do Rocim 2017 Rocim Alicante Bouschet (Alentejano)

– 92 pontos

Conheça os resultados completos aqui.


Fonte:  Wines of Portugal

Vinhos portugueses no Top 100 da Wine Spectator 2019

O vinho Quinta do Noval Vintage Port da região do Douro foi o vinho português melhor posicionado na lista, em 53º lugar com 98 pontos. Kim Marcus descreve-o como um vinho de “perfil vívido de ameixa, amora, cassis e açaí do vintage, juntamente com uma borda escura de chocolate de padeiro e alcaçuz salgado que se estende por baixo. O final longo permite que as frutas surjam, mantendo no fundo notas de amieiro chamuscado e especiarias de chai. Sedutoramente ardente”. Os restantes vinhos premiados, oriundos da região do Douro, são Quinta do Vale Meão 2016 na 56ª posição e Wine & Soul Douro Manoella 2017, a figurar a 98ª posição.

A Wine Spectator publica anualmente o seu Top 100 de melhores vinhos do ano que resulta das provas cegas realizadas pelos editores ao longo de um ano.

O Top 100 resulta da simbiose entre qualidade, preço, disponibilidade no mercado e o factor X que o painel da revista designa de emoção provocada por um novo enólogo, vinho ou marco importante para uma região vitivinícola.

O Top 100 pode ser consultado aqui.


Fonte:  Wines of Portugal
close
Facebook Iconfacebook like button